Posts tagged Simone Moro
Marcas das boas causas

Num mundo polarizado e de discursos exaltados, é de se supor que as empresas tivessem receio de tomar posições e, com isso, desagradar aos consumidores. Mas, como dizia o poeta, a vida é real e de viés – está acontecendo o contrário. Uma parcela cada vez maior de marcas se arrisca a se posicionar frente a temas espinhosos, que estão na ordem do dia.

Um exemplo é a Profana, marca de roupas e acessórios femininos, com produção própria e duas lojas em Porto Alegre – na Cidade Baixa e na Galeria Chaves, no Centro Histórico. De uns tempos para cá, temas como feminismo, diversidade sexual, sustentabilidade ambiental e moda consciente estão cada vez mais presentes não apenas nas mensagens divulgadas em suas plataformas nas redes sociais, mas também nas estampas das peças expostas nas vitrines.

As empresas não adotam esse posicionamento por acaso. Pesquisas recentes mostram que marcas engajadas – aquelas que levantam bandeiras ou apoiam causas sociais – encontram boa acolhida junto aos consumidores.

Conforme levantamento da Edelman Earned Brand, divulgado em novembro de 2018, 69% dos brasileiros estão dispostos a comprar ou boicotar produtos em virtude da posição da marca em relação a temas que consideram relevantes – resultado que soma 13 pontos percentuais acima do registrado em pesquisa do ano anterior. 

“A nova geração de consumidores digitais aprendeu com o mundo online a contestar paradigmas, reforçando a necessidade de responsabilidade social na era das redes sociais”, avaliou estudo do Ipsos Global Reputation Center, segundo o qual 82% dos consumidores do Brasil se mostram favoráveis a marcas que contribuam para causas sociais.

Read More
A arte da moda

A roupa ideal é a que faz a pessoa feliz.

Em síntese, a frase define a Profana, marca de moda feminina criada em Porto Alegre em 1996, atualmente com confecção própria e lojas instaladas em pontos centrais da capital gaúcha – na Rua Lima e Silva, na Cidade Baixa, e na Galeria Chaves, no Centro Histórico.

A ideia é que a roupa seja parte indissociável da personalidade de quem a veste. Em outras palavras, a escolha de vestidos, saias, casacos e calçados exprime valores, sentimentos e desejos.

Não por outra razão, o que move a marca é a busca por um modo de vestir que escape do lugar comum.

Read More