Bar alto astral

Nova casa da Cidade Baixa inspira-se nos símbolos do zodíaco 

 O Cósmica Bar abriu suas portas em outubro, na Rua Lopo Gonçalves (Fotos/Divulgação)

O Cósmica Bar abriu suas portas em outubro, na Rua Lopo Gonçalves (Fotos/Divulgação)

Lua nova em Libra e Mercúrio ingressa em Escorpião: momento propício para refletir sobre os relacionamentos... Se a DR vier, deixa ela entrar. Aproveite para limpar mágoas e projetar mudanças positivas para o futuro das relações.

A mensagem estelar deixada ao léu, como se fosse por acaso, em folhinhas sobre as mesas, alerta para a influência de energias invisíveis. Entre uma cerveja artesanal e outra, os arquétipos da astrologia passeiam por entre a Via Láctea e algumas nuvens de poeira cósmica pintadas nas paredes do Cósmica Bar, casa recentemente aberta pela geminiana Natália Lescano e a escorpiana Laurie Martignago na Cidade Baixa.

– Sempre me senti atraída pela astrologia, mas a paixão se acentuou há um ano, quando desisti da profissão de psicóloga, conta Natália.

Antes do Cósmica Bar, nenhuma das sócias havia acumulado experiência em empreendimentos boêmios, exceto a participação na Cadê Tereza, festa de MPB para dançar que se realiza mensalmente no Centro de Eventos Casa do Gaúcho – Natália como DJ, Laurie (que trabalha também como cabeleireira) cuidando da copa. A princípio, a ideia era produzir cerveja artesanal e depois fundar um bar para vendê-la. Mas o excesso de burocracia e o alto investimento requerido para cumprir a meta fizeram com que pulassem etapas do planejamento e abrissem a casa noturna no último dia 5 de outubro. Por enquanto, a marca da cerveja artesanal servida aos clientes é Sesmaria, de Gravataí. A propósito: o bar conta com a assessoria da astróloga Carol Vecchio, que faz a leitura mensal do movimento dos astros, trabalho que inspira a confecção das postagens nas redes sociais e dos textos curtos dispostos sobre as mesas acerca dos trânsitos planetários.

gostinho de casa da avó

O carro-chefe são os drinques autorais produzidos especialmente para a casa por Bruna Abeijon (gerente do bar Vasco da Gama 1020) e Leo Tonetto. Cada drinque está relacionado a um signo do zodíaco.

– A gente passou o briefing para eles com base nos quatro elementos da natureza {água, terra, fogo e ar} e nos aspectos de cada signo, explica Natália.

Antes que alguém se sinta embaralhado pela previsão dos astros misturada com o efeito do álcool, é bom ressaltar que Natália levou em conta a característica “nua e crua” de cada signo, sem considerar as peculiaridades do mapa astral de cada indivíduo por motivos óbvios. Uma coisa é certa: tudo é feito com bom humor e criatividade.

O drinque dos taurinos, por exemplo, é o de maior volume líquido, tendo em vista o notório apreço deles pela fartura de comida e bebida. Já o de Gêmeos, signo que tem como característica a duplicidade, é servido em duas taças – o nativo escolhe se bebe em separado cada uma delas ou se mistura as bebidas e vê no que dá.

Cancerianos, tão apegados à família, são brindados com um ingrediente caseiro – leite de arroz. “Tem um cheirinho conhecido, como se a pessoa estivesse comendo arroz doce na casa da avó, mas com teor alcoólico, é claro”, anota Natália. Além da taça mais bonita, leoninos (sempre vaidosos) recebem um drinque tingido de pó dourado de confeitaria, tão brilhante como a luz do sol. “O leonino atrai pela chama eterna do coração”, elogia a proprietária do bar.

E para os nativos de Peixes, o que está reservado? “É um signo cheio de espiritualidade, conectado a tudo o que é esotérico”, Como nem sempre eles são bem compreendidos, o drinque – uma bebida leve e doce – vem acompanhado de um palito com uvas passas. Como assim? Na verdade, não tem explicação lógica. É só para criar algo tão inusitado e enigmático quanto o universo fugaz e inebriante dos que nasceram sob a égide deste signo aquático. "É uma forma de brincar com a incompreensão atribuída aos piscianos”, acrescenta Natália.

 A decoração com a Via Láctea e nuvens de poeira cósmica ajuda a criar um ambiente transcendental 

A decoração com a Via Láctea e nuvens de poeira cósmica ajuda a criar um ambiente transcendental 

democracia sideral

Quem prepara o cardápio é o geminiano Diogo Celeste. Embora o chef seja o criador da Prana Sushi, uma linha de sushi 100% vegetariana, o Cósmica Bar optou por oferecer um menu “sem bandeiras, com alternativas para todos”, sublinha Natália. Um exemplo de democracia sideral é o Burguer das Galáxias, com duas opções – Via Láctea, com carne, e Andrômeda, totalmente vegetariano. Igualmente, a Pizza das Constelações pode vir com linguiça ou apenas com shimeji e abobrinha. E, para a sobremesa, o público tem a liberdade de escolher entre o Pudim Lunar, com tempurá de sorvete, e o Cometa, com leite condensado. Seja qual for a opção, é bom saber que a cozinha só aceita pedidos até às 11 e meia da noite.

 Cardápio tem opções para vegetarianos e carnívoros

Cardápio tem opções para vegetarianos e carnívoros

A trilha sonora do Cósmica Bar está reunida em seis playlists (também disponíveis no Spotify), cada uma delas com seis horas de duração. Como era de se prever, as listas ganharam nomes celestiais. Assim, Lua condensa as várias vertentes do rock and roll, Já Vênus aglutina canções românticas e calientes, ao passo que a playlist Terra acolhe MPB e latinidades. Saturno, por sua vez, é pura nostalgia com o pop dos anos 1980 e 1990. “É a que mais gosto”, admite Natália. Sol levanta o astral com músicas alegres e Marte já bota logo todo mundo para dançar. Ah, é importante salientar que a trilha pode mudar de um momento para o outro, conforme sutis mudanças de astral captadas pelas antenas sensitivas de Natália.

A astrologia se faz presente até na organização espacial da casa. Mais aconchegante, a Sala Lua é reservada para eventos privados, como festas de aniversário ou formatura. Quando o ambiente intimista não hospeda eventos, é geralmente capturado por casais. “Ficam lá no mundinho deles”, diz Natália. Já a Sala Sol é o lugar da badalação, onde as pessoas falam e riem em volume mais alto. O ambiente facilita a confraternização de diferentes perfis de público. “A pessoa se sente à vontade para começar uma conversa com quem nunca cruzou antes na vida”.

Os planos para o futuro incluem desde instalar uma estante repleta de livros sobre astrologia até realizar workshops acerca do tema no período da tarde para clientes que queiram se aprofundar no estudo do zodíaco. Outra ideia é a de oferecer leituras de Tarô ou mapa astrológico em consultas individuais numa tenda no pátio interno do bar. 

O Cósmica Bar está aberto de 4ª a 5ª feira, das 19h à 1h, e de 6ª a sábado de 19h às 2h. O endereço é Rua Lopo Gonçalves, 378. Não é cobrado ingresso. Basta uma boa conjunção astral.

 

Paulo César Teixeira