Pedal na estrada

Passeios guiados de bike revelam paisagens e cenários históricos

 Bike Tour POA: roteiros para quem gosta de descobrir lugares pedalando (Fotos/Divulgação)

Bike Tour POA: roteiros para quem gosta de descobrir lugares pedalando (Fotos/Divulgação)

Descobrir paisagens incríveis e conhecer o passado que se oculta por trás de cenários históricos na garupa de uma bike.

A proposta é do Bike Tour POA, agência de viagens que, desde março de 2017, já promoveu cerca de 20 passeios culturais dentro e fora dos limites de Porto Alegre, com direito a incursões do lado de lá do Rio Mampituba – em outubro, a aventura sobre duas rodas teve como palco a Serra do Rio do Rastro, em Santa Catarina.

Os idealizadores – Mateus Jesus Martins e os gêmeos Massimino e Massimiliano Delazeri – se definem como “pedalantes apaixonados”, que gostam de viajar e conhecer as histórias que cercam os locais por onde perambulam. 

– A ideia de descobrir lugares pedalando em tours guiados surgiu quando encontramos iniciativas similares em cidades como Paris, Madri e São Paulo, explica Mateus, formado em Relações Públicas pela Fabico, na UFRGS, assim como Massimino. Já Massimiliano é guia de turismo, o que facilitou a implantação do projeto.

Os passeios diurnos pela capital gaúcha acontecem domingos pela manhã, uma vez por mês, com uma hora e meia de duração. Cada um reúne em média de 50 a 60 participantes.

As rotas abrangem desde o Centro Histórico, onde a galera escuta curiosidades como a identidade do primeiro galã a se apresentar no Theatro São Pedro, até o Quarto Distrito, na zona norte, área que concentra empreendimentos da economia criativa, além de atrações de eventos como a Virada Sustentável.

 Deslocamento pelo Centro Histórico inclui locais como o antigo Hotel Majestic, atual Casa de Cultura Mario Quintana

Deslocamento pelo Centro Histórico inclui locais como o antigo Hotel Majestic, atual Casa de Cultura Mario Quintana

Há também as incursões noturnas, como o Bike Pubs Night, que passa por bares, pubs e botecos ainda pouco conhecidos da cidade.

Para quem tem nervos de aço, uma opção é a Sexta-feira 13IKE TOUR, pedalada recheada de histórias macabras, que inicia com uma visita ao Cemitério da Santa Casa.

As bikes atravessam ainda a Rua do Arvoredo (antiga denominação da Fernando Machado), onde viveu em meados do século 19 o açougueiro José Ramos. Reza a lenda que, após matar e esquartejar suas vítimas, Ramos desossava, triturava e misturava os restos mortais humanos com carne bovina, sal, pimenta e especiarias para transformá-los em linguiça.

Não falta uma passadinha rápida em frente ao Museu Júlio de Castilhos, na Rua Duque de Caxias, onde o fantasma de Honorina (viúva do político rio-grandense que dá nome à instituição), que se matou com um fogareiro, costuma assombrar as almas que ousam andar pelas redondezas de madrugada.

Para quem não gosta de emoções fortes, uma boa pedida é embarcar com a bike no Catamarã para olhar Porto Alegre da outra margem do Guaíba ou se enveredar pelos Caminhos de Pedra, no Vale dos Vinhedos, em Bento Gonçalves.

 Roteiro dos Caminhos de Pedra, no Vale dos Vinhedos, na serra gaúcha 

Roteiro dos Caminhos de Pedra, no Vale dos Vinhedos, na serra gaúcha 

Uma sugestão ainda mais sublime é pedalar os 19 quilômetros do Caminho Gaúcho de Compostela, em Santo Antônio da Patrulha.

A geografia da trilha faz lembrar a parte final da famosa rota de peregrinação em território espanhol, de acordo com o ex-cônsul da Espanha em Porto Alegre, José Pablo Aguillar, que descobriu e batizou o roteiro entre as montanhas da Serra do Mar.

Para os deslocamentos realizados fora de Porto Alegre, são fretados ônibus que transportam pessoas e bicicletas.

É o caso da Rota Germânica, pela região de Teutônia, na área central do RS, que será realizada no domingo, dia 29 de abril. Depois de conhecer a Lagoa da Harmonia, a 593 metros de altitude, os participantes descerão de bicicleta até a cidade, para visitar, entre outras atrações, o Museu Henrique Üebel, além de cervejarias e cachaçarias locais. 

Em breve, o Bike Tour POA vai cruzar a fronteira brasileira.

Para o Feriado de Finados, em novembro, está programada a Bike Tour Uruguay Incrível, com pedaladas em Punta del Este e Montevidéu. Em janeiro de 2019, será a vez de conhecer a Cordilheira dos Andes na Bike Tour Chile Fascinante. O passeio de dez dias incluirá Santiago do Chile, Vinã del Mar e Valparaíso, sem contar o pernoite em Mendoza, na Argentina. 

Para se ter ideia de preço, a viagem para a serra gaúcha varia de R$ 98 a R$ 128 divididos em duas parcelas, de acordo com a promoção dos lotes à venda. Já para o Uruguai o valor cobrado se situa entre R$ 594 e R$ 774 em seis parcelas.

Os custos incluem seguro de viagem e apoio mecânico assegurado por um profissional que acompanha o grupo, além de uma plaquinha comemorativa do evento para enfeitar a bicicleta. São oferecidos lanches gratuitos, mas não fazem parte do pacote refeições de almoço e jantar.

Bike Tour POA

Informações: (51) 99842-4013

@biketourpoa

www.biketourpoa.com.br

Paulo César Teixeira